Foursquare e os check-ins irresponsáveis

 

Voltei ao Foursquare, aquela rede social de usuários de smartphones, que onde você dá “check-in” nos lugares onde você frequenta. A ideia é boa, mas eu quase deixei de usar a rede devido ao uso exagerado e inútil dos usuários.

A ideia do Foursquare é “dar check-in” em locais bacanas que você está no momento. Bares, restaurantes, cinema, parques, festas, etc. Uma mistura de rede social com guia de lazer. Tanto que, ao entrar no aplicativo, o site te apresenta esses locais como opção.

Mas como sempre, os brasileiros conseguem estragar as redes sociais. Começaram a “dar check-in” em qualquer lugar e cadastrar a própria casa ou até mesmo a casa da sogra. A pessoa entra no trabalho e “check-in”. Vai para o almoço e na volta, outro check-in na empresa. Em casa, mais uma vez…

Além de aporrinhar os outros usuários (e também usuários do twitter e facebook), os chatos do Foursquare não apresentam nada de bom. Colocam sua rotina na rede social.

O RISCO

Tem gente que cadastra a própria casa no Foursquare. Isto é, se você estiver há três quilômetros da casa de um estranho, pode dar “check-in” dizendo que está lá dentro. Legal, não? Sem contar que, se algum maluco quiser perseguir alguém nas redes sociais, fica mais fácil com o programinha…

Voltei ao Foursquare desabilitando o recurso que notifica no Android a cada check-in de amigo. Só vejo agora, quando entro no aplicativo.  E só farei check-in em lugareis legais, sugestões para os amigos.