Carregando...
Jornalismo, estudos da mídia e um pouco de política | TODOS OS ARTIGOS
2 de agosto de 2023

O jornalismo comunitário é uma saída?

jornalismo comunitário
Livro está disponível no site do Labcom

Jornalismo comunitário é um termo complicado para se definir. O termo pode consistir em um tipo de comunicação social produzido pela comunidade para a comunidade. Ou então, pode significar um jornalismo hiperlocal cuja propriedade é comunitária, isto é, pertence a uma associação civil e não possui fins lucrativos. Esta prática jornalística é tema de um livro, publicado pela Editora do Labcom, com dois capítulos coescritos por mim.

O livro se chama “Comunicação Comunitária e Jornalismo de Proximidade: Diálogos e Desafios em Cenários de Crises“, editado pelo pesquisador brasileiro Paulo Victor Melo e pelo pesquisador português Pedro Jerónimo. A obra é resultado de um evento sobre o mesmo tema ocorrido em novembro do ano passado na Universidade da Beira Interior, Portugal.

Destaca-se que em Portugal, chama-se jornalismo apenas aquilo que é produzido por profissionais em meios de comunicação devidamente registrados. A regulação é coisa séria por aqui. Por isso, a obra fala em comunicação comunitária, pois aborda também a participação de não profissionais. Neste texto, utilizo a expressão brasileira, apesar de apoiar a valorização dos jornalistas, um categoria profissional tão maltratada no Brasil.

Os meus capítulos sobre jornalismo comunitário

Um dos capítulos onde participo é uma revisão de literatura sobre jornalismo comunitário e desertos de notícias. Eu e a pesquisadora brasileira Luísa Torre discutimos os dois conceitos e fazemos uma correlação de como os princípios do jornalismo comunitário podem ser uma salvação para a crise do jornalismo de proximidade, principalmente nas pequenas localidades, onde os desertos de notícias emergem.

Por fim, quase no final do livro, há um trabalho sobre o espaço para jornalistas jovens nas redações dos jornais locais portugueses. Afinal, as redações locais podem ser uma porta de entrada para os novos profissionais. Porém, diferente do Brasil, Portugal é um país com redações mais envelhecidas no interior. O capítulo ainda aborda a dificuldade de fazer este tipo de pesquisa.

Você pode baixar o livro gratuitamente no site do Labcom. Aproveita e conheça outros títulos publicados na casa, uma referência na comunicação, principalmente no jornalismo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

pt_BR