Carregando...
Blog do Giovanni Ramos
Comunicação, Novos Media e Política Brasileira. Página Inicial | Entre em contato

Os podcasts entraram de vez na imprensa lusófona

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jornais brasileiros e portugueses apostam no formato. Haverá retorno financeiro?

O jornal O Globo estreou na última semana o podcast “Ao Ponto”. Trata-se de um programa diário produzido pela redação do jornal, publicado sempre no começo das manhãs, onde um tema da atualidade é escolhido para ser “destrinchado”. Além dos apresentadores, há sempre a participação de repórteres do grupo e colunistas para abordar os assuntos com mais profundidade.

Muitos podem achar que o formato de Ao Ponto é uma cópia do Café da Manhã, produzido pela Folha de São Paulo em parceria com o Spotify. O formato é muito semelhante mesmo, mas não é uma obra da Folha. Na verdade, quem criou essa tendência foi o americano The New York Times em 2017. Hoje, vários jornais do mundo possuem podcasts assim e na imprensa brasileira e portuguesa está cada vez mais frequente.

Em 2018, o jornal Público, um dos mais importantes de Portugal, havia lançado o P24, de notícias diárias. O formato era um pouco diferente, um resumo de notícias com duas edições diárias. Em 2019, o podcast foi alterado para o padrão do NYT. O jornal digital português Observador apostou tanto em formato de áudio que hoje possui uma rádio inteira.

Jornalismo adapta-se ao público

A adesão dos grandes jornais do mundo aos podcasts não é uma surpresa. A grande imprensa no mundo inteiro busca se reaproximar dos públicos e não é apenas os conteúdos que estão em debate. O formato é fundamental e os jornais já perceberam o óbvio:

O público de hoje anda com um smartphone no bolso, um fone de ouvido e consome informações enquanto exerce outras atividades. O podcast acompanha os públicos em qualquer situação.

O Spotify foi a primeira das empresas de streaming de música e perceber que os públicos não escutam só música por aí. E para divulgar que o aplicativo também funciona agora com podcasts, uma parceria com a Folha foi feita no Brasil.

Vale a pena os jornalões entraram nessa área?

A dúvida é quanto a questão financeira. O formato do podcast do NYT usado por Folha e O Globo dão audiência, pois explicam assuntos importantes em poucos minutos. É barato a produção porque a maioria dos convidados são jornalistas e colunistas da própria empresa. No mundo da podosfera, os jornalões reforçam suas marcas e podem levar ouvintes para serem leitores das versões digital e até impressa desses veículos.

O desafio é financeiro porque podcasts em geral são gratuitos e esses jornais, quase todos, usam plataformas de paywall para restringir o conteúdo aos assinantes. O Café da Manhã, da Folha de São Paulo, já possui publicidade. Mas, no momento, não se enxerga outra fonte de receita para estes jornais com os podcasts.

Quais podcasts acompanhar?

Já que o assunto é podcasts jornalísticos, apresento uma lista de programas a serem acompanhados em língua portuguesa:

NOTÍCIAS DIÁRIAS

Café da Manhã (Folha) – na minha opinião o melhor podcast da atualidade
Ao Ponto (O Globo) – novidade do grupo O Globo, que têm bons colunistas , isso ajuda
Durma com Essa (Nexo) – mesmo formato dos anteriores, porém mais didático
P24 (Público) – podcast diário português. Vai direto ao ponto e acaba sendo mais curto

POLÍTICA

Politiquês (Nexo) – um programa didático sobre questões políticas
Xadrez Verbal (Central3) – revista semanal de política internacional, um dos melhores podcasts do Brasil
Foro de Teresina (Revista Piauí) – debate semanal com três temas da política brasileira por episódio
Poder Público (Público) – Debates políticos complexos e nada leves com a equipe do jornal Público.

ESPORTES

Pontapé (Central3) – mesa redonda semanal de esportes com José Trajano e Dudu Monsanto (ambos ex-ESPN)
Muito mais que futebol (Central3) –  futebol extra-campo, com Mauro Cezar Pereira

LAZER/CULTURA/ENTRETENIMENTO

Braincast (B9) – Sobre cultura digital, entretenimento, mercado de trabalho de comunicação
Thunder Radio Show (Central3) – Programa semanal do Thunderbird, sempre com um músico/banda convidado(a)
Inimigo Público (Público) – Programa do caderno semanal de humor do jornal português.
Expresso Ilustrada (Folha) – Podcast do caderno Ilustrada. Um assunto diferente por semana

OUTROS

Mamilos (B9) – Podcast sobre assuntos polêmicos tratados de forma profunda, sempre com profissionais.
Fronteiras Invisíveis do Futebol (Central3) – Podcast quinzenal de história e futebol feito pelo pessoal do Xadrez Verbal. Vale muito a pena conferir.

 

 

 

 

Comentários